Domingo, 28 de Janeiro de 2007

11. Perguntas comuns sobre as células

1. Pode um líder ser também anfitrião?

O ideal é que cada líder conte com um anfitrião. Mas nada impede que o líder seja ao mesmo tempo anfitrião de sua célula. O líder não deve esquecer que sua meta principal é identificar novos candidatos a líderes.

2. Qual é o segredo para que as pessoas sintam paixão pelo trabalho celular?

O Pastor deve ser um apaixonado pelas almas perdidas. Somente quando o Pastor está inteiramente dedicado na salvação dos perdidos e demonstra isso em sua vida e em suas mensagens, poderá desenvolver paixão em suas ovelhas.

3. Pode o sistema celular funcionar em qualquer cultura?

Como parte do evangelho, as reuniões nas casas são para todos os tempos e culturas. O modelo celular é ensinado no Novo Testamento e o evangelho é para todas as culturas.

4. São feitos grupos homogêneos?

O sistema celular de Elim é de organização geográfica antes que de afinidade. Não obstante, não nos opomos a grupos homogêneos. Cada Pastor deve aplicar criativamente os princípios do movimento celular para a sua igreja.

5. O que fazer com um líder que não consegue multiplicar sua célula?

Se o líder não alcança a meta de multiplicar sua célula, pode ser porque não tem sido capacitado adequadamente. Deve-se revisar quais são os pontos fracos em sua formação. Provavelmente não está instruindo seus membros de forma adequada de como trazer um convidado. O papel do supervisor é decisivo para detectar o que está indo mal. A idéia é ajudar as pessoas a alcançarem o nível que Deus quer para as suas vidas. Não se trata de suspender líder, e sim ajudá-los a alcançar o melhor de si mesmos.

6. O que é o grupo G-12?

Este modelo tem suas raízes em Bogotá, Colômbia. É mais um modelo de discipulado que de evangelismo. Elim continua sustentando o modelo Coreano porque os resultados têm sido positivos e não vemos razão para adotar um novo sistema quando o atual continua excelente.

7. As células são usadas para discipular?

Não. As células são eminentemente evangelizadoras. O discipulado se produz nas celebrações gerais que se realizam na igreja (templo) durante a semana.

8. Existem células de jovens?

Sim, existem algumas células de jovens. Elas são formadas mais por casualidade do que propositalmente. A igreja não tem o objetivo de abrir células somente para jovens. Porém, acontece de o líder, os membros e convidados serem jovens. Dessa forma se tem uma célula jovem, que nem por isso muda o modo de ser de uma célula, pois o estudo e a supervisão acontecem da mesma forma que nas outras células.

9. Como as crianças são tratadas nas células?

Há apenas um mês Elim começou a formar células infantis. Essas células são especializadas para atender crianças. Os líderes são capacitados de modo especial, usam um guia diferente e têm procedimentos que em alguns aspectos são diferentes das células de adultos.

10. Qual é o tempo adequado para uma célula se multiplicar?

Não existe um tempo específico para que uma célula se multiplique. Existem muitos fatores que devem ser levados em conta. Em todo caso, deve-se dizer que toda célula deve multiplicar-se, ao menos, uma vez cada ano.

11. Existe algum tipo de retiro espiritual para cura interior antes que uma pessoa chegue a ser líder?

Não. Não temos esse tipo de retiros. Cremos que as feridas do passado ou os hábitos pecaminosos adquiridos devem ser erradicados ao longo da vida cristã, não necessariamente num retiro particular. Deus deseja que alguns hábitos sejam vencidos por meio de uma vida disciplinada e da negação própria diariamente, e não através de um encontro de um só dia. As feridas do passado necessitam de um processo de aconselhamento pastoral que pode levar algumas semanas ou até meses. Este processo deve incluir aspectos como confrontação, reconhecimento, arrependimento, perdão, reconciliação e mudança no estilo de vida.

12. Como devem ser fixadas as metas?

O modelo celular oferece princípios. Cada denominação deve tomar tais princípios e aplicá-los criativamente em suas localidades. As metas devem ser fixadas de maneira criativa, sem esquecer que as mesmas devem ser mensuráveis (alcançáveis), de outra forma não produzirão o efeito estimulador que se pretende.

13. Como as pessoas podem encontrar tempo para o trabalho celular?

Como em quase todos os países, El Salvador desenvolve atividades comerciais que possuem horários semelhantes ao de outros países. As pessoas que trabalham em atividades industriais possuem horários rotativos de vinte e quatro horas. A chave para que as pessoas dediquem tempo para alcançar os perdidos não depende do horário de trabalho e sim da paixão que as pessoas têm de ganhar seus familiares e amigos. Uma pessoa com paixão pelos perdidos sempre encontra o caminho para sua vocação superior.

14. Existem células nas universidades?

Não. Não é uma política da igreja abrir células nas universidades. Se surge oportunidade de realizar uma ação evangelística em uma universidade, sem dúvida que será aproveitada essa oportunidade, porém, não será contada como uma célula. Uma célula conserva a idéia que é uma reunião em uma casa e que reúne famílias.

15. Os líderes e Supervisores recebem algum salário?

Não. Tanto líderes como supervisores são pessoas que trabalham voluntariamente sem receber remuneração da igreja. Somente os Pastores de regiões e distritos são obreiros de tempo integral.

16. O que posso fazer para que meu Pastor se interesse por células?

Fale do que você sabe sobre células. Testemunhe do que os seus olhos têm visto. Se possível, faça um esforço com outros irmãos para enviá-lo para a próxima Conferência sem nenhum custo para ele.

17. O sofrimento dos salvadorenhos durante a guerra foi um elemento que Deus usou para o crescimento da igreja nesse país?

Não existe dúvida que a dor da guerra foi um elemento que influenciou para que muitas pessoas buscassem refúgio no evangelho. O difícil é determinar a medida em que essas circunstâncias influenciaram. Estatísticas posteriores a guerra indicam que a igreja evangélica em El Salvador continua crescendo no mesmo ritmo como durante os anos do conflito. Há mais do que o sofrimento da guerra no crescimento da igreja em El Salvador.

18. Uma igreja tão numerosa como Elim tem alguma participação em política?

Elim nunca participa de política partidária. Apesar de diversos partidos políticos tentarem seduzir a igreja, a mesma não tem cedido. Porém, sendo a igreja a luz do mundo e o sal da terra, é inevitável que exerça uma forte influência na sociedade, incluindo o campo político. Os ensinamentos evangélicos sobre a justiça, o respeito pela vida e o amor ao próximo, chegam a tomar dimensões políticas quando alcançam uma porcentagem considerável da população.

19. Que dificuldades encontraram ao fazerem a transição de uma igreja tradicional para uma igreja celular?

Nenhuma. A transição de Elim aconteceu com êxito e de forma rápida. Isso aconteceu devido a forte liderança ministerial que conduzia a igreja e os evidentes resultados que a adoção do sistema produziu.

20. O que deve fazer um líder quando os convidados e visitantes depois de muitas reuniões não se decidem por Cristo?

Isso acontece quando não se coloca em prática os princípios do evangelismo. Também é importante ter em mente que a conversão de uma pessoa pode levar tempo. Mais do que palavras, os amigos esperam receber um evangelho vivo.

21. Pode uma família de incrédulos ser anfitriã?

É preciso lembrar que existem dois tipos de células: as rotativas e as permanentes. Uma célula rotativa pode realizar-se em um lar de incrédulos, levando em conta que essa célula estará nessa casa por dois ou três meses para logo mudar para outra casa. Uma célula permanente não pode realizar-se em um lar de incrédulos.

22. Quantas reuniões um líder deve assistir por semana?

Elim é uma igreja que dedica um trabalho intenso ao seu modelo celular. Cada líder deve participar de três reuniões que têm a ver diretamente com o trabalho celular: a reunião de supervisão, a reunião de planejamento e a reunião da célula.

23. Todos os líderes devem ser batizados no Espírito Santo?

Elim entende o Batismo do Espírito Santo desde uma perspectiva pentecostal, e com essa ótica solicita que todos os candidatos a líderes cumpram com a condição de falar em línguas como evidência de haverem recebido o batismo no Espírito Santo para serem testemunhas eficazes (At 1.8).

24. Uma célula pode ser aberta na casa de uma pessoa que não seja membro da igreja?

Sim. Mas toda vez se trata de uma célula rotativa. Não pode ser desenvolvida uma célula permanente no lar de uma pessoa que não seja membro da igreja local.

25. Qual o papel das mulheres em sua igreja?

As mulheres podem ser líderes de células femininas. Também existem irmãs que são supervisoras de setor.

publicado por Antonio Francisco às 04:05
link do post | comentar | favorito
|

.Meu blog principal

Achologia

.pesquisar

.Tags

. adoração

. anfitriões

. aprovação

. bíblia

. célula

. células

. comunhão

. comunidade

. conflitos

. consolidação

. crescimento

. disciplina

. encontro

. forte

. fruto do espírito

. frutos

. grupo

. identidade

. inspiração

. líder

. todas as tags

.Arquivos

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Counter

Março - 2007
Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO